O touro australiano voador

Não, não estou chamando um australiano de touro porque levou um chifre, e nem falando que na Austrália viram um touro que voa. Estou falando de um piloto chamado Mark Webber, australiano e líder da temporada 2010. Admito que nunca fui muito fã e nem simpatizante dele, sempre o achei um piloto bastante razoável e sem brilho e algumas vezes não era flor que se cheirasse quando disputava posição. Mas, esse ano, Webber vem fazendo uma temporada pra lá de brilhante, tanto que merece até um texto. Graças a ele, a Austrália tem um piloto brigando pelo titulo depois de 29 anos com Alan Jones, que venceu um mundial em 1980 e brigou pelo de 1981.

Quando estreou na Fórmula 1, em casa, pela fraca Minardi, Webber ainda conseguiu um bom 5º lugar depois de largar em décimo oitavo. Tudo bem que somente oito pilotos completaram a prova, mas não tira o brilhantismo da prova do australiano. Depois, duas temporadas pela Jaguar e mais duas pela Williams para, finalmente, chegar a Red Bull Racing. Seu primeiro ano pela equipe, que ainda estava em fase de aprendizado na Fórmula 1, em 2007, foi até bom, com um pódio e dez pontos. Em 2008, também não teve muito que reclamar. Foi muito bem em algumas classificações a ponto de ser chamado de leão de treino e arrancava alguns pontos em algumas corridas. No começo do ano de 2009, o australiano sofre um  acidente enquanto andava de bicicleta em uma prova multiesportiva na ilha da Tasmânia e quebrou a perna direita. Mas nada que o fosse tirar da temporada de 2009.

A temporada foi bastante regular para o piloto. Na Malásia, exercendo a função como líder da Associação dos Pilotos de Grande Prêmio (GPDA), falou com cada piloto para que se interrompesse logo a prova devido a chuva que não dava condições de seguimento da corrida. Depois de tanto tempo, chega a sua primeira sonhada pole, na Alemanha, prova que foi disputada em Nurburgring. Errou na largada e tocou o carro de Barrichello para não ser ultrapassado e teve de ser punido. Mesmo assim, recuperou a liderança da prova e recebeu a bandeirada em primeiro lugar, aos seus 32 anos de idade. O choro incontido no rádio falando com a equipe e a mensagem de seu engenheiro “seja bem vindo as vitórias” foi algo emocionante. Depois, ainda ganhou o GP do Brasil, mas antes disso já estava fora da disputa pelo titulo depois de sofre quebras e acidentes. Terminou o ano em quarto lugar, com 69.5 pontos.

O começo da temporada de 2010 é que foi um pouco sofrido. Um oitavo lugar no Bahrein e um nono na Austrália, após se envolver em um ridículo acidente com Hamilton. Depois disso, faz a pole do GP da Malásia e termina em segundo lugar, atrás de Vettel. Depois, um oitavo lugar na China até voltar as vitórias, na Espanha, onde foi pole também. Vence o cobiçado GP de Mônaco e assume a ponta do mundial. Depois da corrida, uma foto interessante é divulgada na internet: O australiano pula de macacão e tudo na piscina para festejar. Depois de tudo, é pole na Turquia e liderava até sofre o ataque de Vettel. Os dois pilotos batem e Webber perder a corrida e, mais tarde, a liderança. No Canadá, chegou a liderar e tenta uma estratégia de se manter na pista muito tempo até abrir uma boa vantagem para voltar a frente, mas fica tempo demais e é ultrapassado ainda antes de ir para os boxes. Chega em quinto. No GP da Europa, realizado em Valência, Webber presencia o momento mais assustador do ano: Após parar nos boxes, volta nas ultimas posições e tenta ultrapassar Kovalainen, mas toca a roda dianteira esquerda na traseira direita do finlandês. O carro do australiano voa, cai de cabeça pra baixo e ainda bate forte na proteção de pneus. Apesar de tudo, sai bem do carro, apenas com enjôo.

Depois do susto, vence em Silverstone e, após a vitória, da uma polêmica declaração pelo rádio: “nada mal para um segundo piloto”. A polêmica declaração foi diretamente ligada ao episódio das asas novas, em que o australiano não pode usar e somente Vettel Usou.  A declaração gerou intrigas até que, alguns dias depois, foram resolvidas em um karaokê. Duas semanas depois, GP da Alemanha e mais uma polêmica, dessa vez com os carros vermelhos. Webber faz uma prova discreta e chegar em sexto lugar, sem incomodar e sem ser incomodado. Uma semana depois, chega a corrida na Hungria. Largando em segundo, perde a posição para a Alonso, mas se mantém perto. Enquanto isso, Vettel abre cada vez mais até que entra o carro de segurança na pista. Todos entram nos boxes, menos Webber e Barrichello. Webber assume a ponta e Vettel, que estava atrás, na tentativa de ser esperto e deixa Webber longe para abrir de Alonso, acaba fazendo bobagem e é punido por não respeita o limite de distancia para o carro da frente. Com a punição, volta atrás de Alonso que segura seu ritmo.

Lá na frente, Webber abre cada vez mais e faz milagre ao ficar mais de 40 voltas com pneus macios. Já bem na frente, para e volta com sobras. Vence a corrida, e assume novamente a liderança do mundial. É o que eu sempre digo: Não adianta ter talento se não tem maturidade, como é o caso de Vettel. Vettel tem mais talento e mais velocidade, mas ainda é muito imaturo  e não tem controle emocional para quem quer sem campeão. Webber tem experiência e maturidade de sobra e isso pode fazer a diferença nessa reta final de campeonato. Merece o titulo, só falta ver se vai consegui-lo.

Publicado em agosto 3, 2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 21 Comentários.

  1. Bacana o texto. Bem, confesso que não acho o Webber essa coca-cola toda. Ele tá aí por causa do carro, única e exclusivamente por isso. Os melhores resultados dele são poles e seu nível, na minha opinião, está perto do Rosberg. Não estou dizendo que ele é um piloto ruim, afinal de contas Rosberg também é um ótimo piloto, mas falta algo ainda pra ele, algo que acredito eu que ele não conseguirá ter.

    • Pois é Alex. Não o Webber melhor que os que disputam o titulo com ele, mas estaali por méritos dele também. O ritmo dele de corrida melhorou muito ultimamente, mostrando que o leão de treino agora é mais eficiente na corrida. Se for campeão sse ano, vai merecer pois pra mim é o melhor piloto juntamente com Hamilton da temporada.

  2. lucasdesiderato

    Webber tem uma temporada ótima e merce o titulo. Mesmo sendo o “segundão” da equipe, ele vem dando uma fábrica de chocolate no queridinho assustado da equipe. Ano passado começou desacreditado, ele mesmo nem imaginava uma temporada daquela, ganhou na Alemanha e na Brasil, e veio para esse ano com tudo. Ninguem esperava o RB6 tão rápido. Acho que era rápido demais para ele, que custou para se adaptar, mas depois que se acomodou no carro, danou… Todo mundo vem apanhando dele, á não ser Hamilton que ainda assim consegue andar bem.
    Os cangurus (nada contra eles hehe) tem grandes chances de serem os campeões na F1.

  3. Webber é um pilotaço, só que tem mais baixos do que altos. Esse ano parece ser o dele, vamos ver.
    Belo post Daniel, parabéns! Nesses dias farei um posts sobre ele no meu blog..

    abs!

  4. Ah sim, se Webber conquistar o título de 2010, será merecidíssimo, disso eu não tenho como discordar. No entanto se largassem aquela Toro Rosso que venceu o GP de Monza na mão dele, nada teria acontecido!

  5. Nunca gostei muito do Webber e não é por esta campanha incrivel desse ano que eu vou mudar minha opinião. Ele tem um carro bom nas mãos que pode dar a ele o titulo, mas mesmo com essa Poderosa RBR em ãos acredito que (se a McLaren melhorar pra Spa’) Hamilton reassuma a liderança e possa ser campeão.

    Abrçs😉

    • Vamos ver até aonde a McLaren melhorar. Webber é isso, também nunca gostei muito dele, mas pela temporada que tem feito e superar o menino prodigio da Red Bull merece o titulo também.

  6. Mark Webber, mais conhecido como “Amarra a Cueca”, rssss

  7. Taí um cara que eu pensei que nunca ganharia sequer um gp, quanto mais disputar, com chances de ganhar o título…

  8. Com informações de jornais europeus, algumas equipes da F-1 terão de reforçar a rigidez de suas asas dianteiras antes do GP da Bélgica.
    Red Bull e Ferrari, depois de tantas vantagens nas ultimas corridas, com as asas se movimentando visualmente a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) está sendo obrigada a realizar novos testes, dando quase um mês para que essas duas equipe reforcem onde são fixadas as asas fronteiras, para tentarem passar nos novos testes de carga e flexibilidade após acatar as reclamações das outras equipes.
    “A FIA nos informou sobre a mudança nos testes de carga e nós vamos ter que reforçar totalmente essa área, penso que isso não afetará nossa competitividade”, teria dito um membro da Ferrari.

  9. lucasdesiderato

    Olhem lá no meu blog, fiz um post sobre o game F1 2010: http://gasolinaeborracha.wordpress.com/2010/08/04/f1-2010-codemasters/

  10. Stewart, sobre Schumi:
    “Quase vimos algo terrível”
    “A ação de Michael convidava-nos a presenciar um desastre, estivemos a um milímetro de viver algo terrível”.
    “Muito impactante porque um piloto não deve pilotar assim, de forma deliberada, porque as rodas podem travar ao se tocarem naquela velocidade em plena reta, Rubens e Michael, não teriam escapatória.”

  11. Pinheiririnho - Brasília - DF., Brasil.

    Prestes a completar 34 anos, Webber está na Fórmula 1 desde 2002. Ele acumula um total de 153 corridas, 16 pódios e seis vitórias, quatro nesta temporada ( é o piloto que mais venceu em 2010.
    Pinheirinho é divulgador cultural é maranhense, a partir de Brasília. – E-mail: pinheirinhoma@hotmail.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: