Os cinco candidatos: Jenson Button

Hoje, retornando a série “Os cinco candidatos”, onde falo um pouco dos cinco pilotos que estão disputando o titulo desse ano, falarei agora do quarto colocado no mundial: Jenson Button.

Campeão mundial em 2009 pela incrível Brawn GP, o inglês foi contratado no inicio do ano pela McLaren para ser companheiro do campeão de 2008, Lewis Hamilton. Assim como muitas pessoas, eu também achava que Button não seria capaz de dar tanto trabalho para Hamilton até por achar o inglês mais novo bem mais rápido e talentoso. Não que eu não ache Button ruim, pelo contrario, o acho um ótimo piloto, mas não do mesmo nível de Hamilton. Na primeira corrida do ano, no Bahrein e pela equipe, fez uma corrida bem discreta e chegou apenas na sétima posição. Já na corrida seguinte, na Austrália, onde chovia no inicio da corrida, Button, após uma largada ruim, para nos boxes para ser o primeiro a trocar os pneus de chuva para os pneus de pista seca. Ao voltar, chega a dar uma saída da pista e muitos pensam que ele estaria já fora da corrida. Mas, graças a estratégia de para antes de todos, ganha várias posições, volta a corrida e fica em segundo lugar. Depois disso, contou com a sorte do carro de Vettel quebrar e assim, tranqüilo na liderança, receber a bandeirada e ganhar a primeira corrida pela equipe inglesa.

Depois, chegou a corrida da Malásia. Em um treino conturbado da equipe McLaren e Ferrari, Button seria o único dos quatro pilotos das duas equipes a passar para o Q2, mas no final do Q1, acaba na caixa de brita e não participa mais do treino. Na largada, acaba ficando atrás de Hamilton, Massa e Alonso. Durante a corrida, conseguiu chegar entre os dez primeiros. Nas ultimas voltas, estava em sétimo quando era pressionado por Felipe Massa e acabou ultrapassado pelo brasileiro. Depois, foi a vez de Fernando Alonso atacar o inglês, que resistiu bem aos ataques do espanhol até ver a Ferrari de Alonso quebrar e com isso sustentar a oitava posição. Na corrida seguinte, na China, onde no começo da prova a pista ainda não estava tão molhada, Button largou em quinto e, mais uma vez, foi beneficiado em uma estratégia acertada. Enquanto os outros pilotos paravam para trocar os pneus secos para os de chuva, Button seria um dos poucos a não trocar. Estava em segundo quando se aproveitou de um erro de Rosberg, que estava em primeiro, para ultrapassá-lo e assumir a ponta. Na corrida em baixo de chuva, chegou a ter incríveis 40 segundos de vantagem para o segundo colocado quando entrou o carro de segurança. Mesmo assim, sustentou a ponta até o final, quando antes da linha de chegada, deu uma escapada na penúltima curva da pista, mas conseguiu trazer o carro de volta a pista para vencer e assumir a liderança do campeonato.

Após a vitória, Button vai para a Espanha para defender a liderança. Perde posições na largada e fica atrás do carro de Schumacher. Foi assim a corrida toda até o final, tentando, mas não conseguindo a ultrapassagem. Conseguiu chegar em quinto ainda, graça a quebra do carro de Hamilton. Com isso, conseguiu manter ainda a liderança do campeonato. Em Mônaco, um final de semana para esquecer. Largando em oitavo, Button consegue somente ir até a segunda volta da corrida, quando o motor de sua McLaren quebra. Para piorar sua situação, perde a liderança do campeonato para Webber e cai para a quarta posição no mundial de pilotos. Após a desastrosa corrida em Mônaco, Jenson vai para a Turquia para recuperar os pontos perdidos. A corrida ficou marcada pelo incidente envolvendo Mark Webber e Sebastian Vettel, ambos da Red Bull. Isso da a chance de Hamilton assumir a ponta com Button colado. Jenson chegou a ultrapassar Hamilton na curva que antecede a reta dos boxes, mas Lewis logo recupera a liderança na primeira curva da pista. Ainda sim, Button consegue chegar em segundo, conseguindo subir par ao segundo lugar no campeonato. No Canadá, Jenson fez uma boa corrida. Após largar em quinto, conseguiu ficar em terceiro na parte final da corrida até que, nas ultimas voltas, conseguiu passar Fernando Alonso, para chegar em segundo lugar, atrás de Hamilton. Manteve-se em segundo no mundial, agora atrás de Hamilton.

Depois do Canadá, viria o GP da Europa, disputado no belo mas chatissimo circuito de Valência. Button largava em uma razoável sétima posição quando entrava nos boxes, um pouquinho depois do forte acidente de Webber. Isso o beneficiou muito, fazendo-o pular de sétimo para o quarto lugar, atrás de Kobayashi, da Sauber. O inglês não conseguiu a ultrapassagem na pista, mas conseguiria a terceira posição por causa da parada do japonês nos boxes. Com isso, se mantém na vice-liderança do campeonato com 127 pontos, seis a menos que Hamilton, que era o líder. Duas semanas depois, Button correria em cada. Mas, nos treinos, decepciona e marca apenas o décimo quarto tempo. Mas, assim como nas outras corridas, faz uma boa corrida de recuperação juntamente com uma boa estratégia e termina em quarto lugar, se mantendo na vice-liderança do mundial. Chega o GP da Alemanha, e para infelicidade de Button e Hamilton, a McLaren já não rende tanto como antes. Nos treinos, Button consegue se classificar na frente de Hamilton, mas na corrida foi ultrapassado. Mesmo assim, ganhou a posição de Mark Webber, que estava na frente. Termina em quinto. Na ultima corrida, na Hungria, após se classificar apenas em décimo primeiro, terminou em oitavo lugar.

O piloto está atualmente na quarta posição no mundial de pilotos, com 147 pontos somados, a somente 14 pontos do líder, Mark Webber. O inglês da McLaren tem usado muito bem as estratégias de corrida para conseguiu ganhar posições e as vitórias que conquistou, além de uma dose de sorte também. Mas isso não quer dizer que ele não possa ser campeão.

E você, esta torcendo para ele? Vote na enquete e comente também!

Publicado em agosto 16, 2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 15 Comentários.

  1. O Jeson Button, me surpreendeu muito nessa temporada, achi que ele era de nada, e seria “massacrado” pelo o Hamilton, acabei me enganando…
    Acho que ele pode buscar sim o BI-Campeonato, mas irá dependar muito de como ele irá se sair nesses próximos Gps.

    Abraços e até mais

  2. Button, é um ótimo piloto e esse ano mostrou que não foi campeão por acaso, pena que está em uma equipe que tem hoje o melhor piloto, sua saída da BrawnGP foi desastrosa para a MercedesGP, penso que o culpado talvez tenha sido o dono e agora chefe de equipe, sr Brawn , Button venceu seis vezes e foi o campeão com todos os méritos e a cúpula da Mercedes e no mínimo com a omissão do sr Brawn, tentaram minar sua alto estima, sem valorizar o piloto campeão, Button tinha pedido um valor para renovação até pequeno e sua saída para a Mclaren era a única opção decente.

    Assim mesmo quem perdeu feito foi a equipe MercedesGP, que construiu um carro como uma luva para o estilo de pilotagem do Button, tinha dispensado antes o Rubinho e pensou que não precisasse de pilotos experientes que conheciam o carro, parecem que não sabem nem onde e como mexer, 8 vitórias, os títulos de campeão de pilotos e construtores e esse ano fazendo papel de coadjuvante.

  3. E olha que falam que o Button não era uma das primeiras opções da equipe inglesa. Realmente, a Mercedes foi muito errada e não pagar um valor até merecido pro Button.

  4. Button é um ótimo piloto, como todos os outros campeões mundiais e alguns outros que nem precisa citar são. Porém ele vence as corridas com a cabeça e não com a bunda, como faz o Hamilton e isso pode ser visto como um ponto fraco por aquelas pessoas que acompanham F1 única e exclusivamente by Galvão Bueno. Se ele for campeão esse ano, que bom, não ficarei triste ou feliz mas… Eu não quero ver o Button estampando por mais um ano o banner deste blog!!

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Equipe da Red Bull, está preocupado com as retas de Spa, Horner chefe da equipe declarou:
    “Na descida da Eau Rouge, na longa reta subsequente e depois no setor final antes da linha de chegada, estamos em nítida desvantagem, sabemos que o nosso motor Renault perde muito para os motores Mercedes e Ferrari”.

  6. Button é Button. Só ganha se tem um carro extra-mega-hiper-ultra veloz, como a Brawn da metade do ano passado (depois foi superada por red bull e ele não fez nada) ou em situações de absoluta sorte- estratégia.

    Mas ele já ganhou em 2009, esse ano não será dele. Pode escrever. rs.

  7. Acho que o Button é o que tem menos chances de ser campeão entre os 5 candidatos. Agora tem o 3º melhor carro do grid – mesmo que ache que isso pode mudar logo – e só terminou corridas à frente do companheiro por conta de provas com condições de tempo malucas e falhas mecânicas. Ou seja, se uma McLaren tem condições de ser campeã, é a de Hamilton.
    Também estou numa semana de avaliar os candidatos no meu blog (fasterf1.wordpress.com). Quinta é dia do Button!

  8. pode ser , mas ele do jeito que é sortudo não viu . e recomendo a todos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: