Alonso vence de ponta a ponta em Cingapura

Mais uma corrida perfeita de Fernando Alonso garantiu a segunda vitória seguida do espanhol na temporada. Largou na frente, mas ao contrário de Monza, segurou a dianteira na largada e não a perdeu até o fim da corrida. Vettel, que largou em segundo, tentou ensaiar uma pressão sobre o Alonso, mas nada que assustasse o espanhol. Mesmo passando perto do espanhol na linha de chegada, Vettel não conseguiu assustar Alonso e chegou em segundo. Lider do campeonato, Mark Webber se aproveitou da entrada do carro de segurança no inicio da corrida para parar antes de todos os quatro primeiros. De começo, a estratégia parecia ruim, mas o australiano abriu caminho até chegar atrás da Williams de Rubens Barrichello. Com isso, Webber conseguiu chegar em terceiro, segurando a ponta do campeonato. Rubinho que, aliás, fez uma boa corrida, chegando a perder posições na largada, mas chegando em sexto, posição a qual largou. Já a McLaren foi muito aquém do que se esperava. Hamilton, mais uma vez, abandonou após um toque, desta vez em Mark Webber. O inglês parece querer cada vez mais sair da disputa pelo titulo.

Já Button fez uma corrida até aonde o carro permitia, chegando até perto de Webber no fim, mas acabou mesmo em quarto lugar. O rendimento da McLaren na prova decepcionou o seu pessoal, já que os seus pilotos afirmavam que poderiam bater a Red Bull, o que não aconteceu. Nico Rosberg, da Mercedes, fez uma boa corrida também e acabou na quinta colocação, após largar em sétimo lugar. Robert Kubica, da Renault, também foi bem. Mesmo com um pneu furado, conseguiu recuperar algumas posições após a parada e chegou em sétimo. Adrian Sutil, da Force India, chegou em oitavo lugar, segurando por muitas voltas Nico Hulkenbeg, da Williams, e Felipe Massa, da Ferrari. Porém, Sutil foi punido em 20 segundo ao final da corrida, por ter ganhado vantagem ao cortar a curva sete da primeira volta. Com isso, caiu para décimo, fazendo com que Hulk e Massa subissem uma posição cada.Falando em Felipe Massa, o brasileiro largou em último e arriscou uma estratégia ao parar na segunda volta da corrida. Ele que tinha ganhado posições na largada, contou com a sorte que, após a parada, o carro de segurança entrou na pista.

Com isso, vários carros foram parando até que Massa pudesse ganhar as posições de alguns pilotos a sua frente, além de contar com o problema de alguns pilotos que estavam também a frente do Brasileiro. Bruno Senna abandonou após bater no carro de Kobayashi que estava parado em posição perigosa na pista. Lucas di Grassi chegou em décimo quinto lugar. A prova também ficou marcada por vários incidentes como o que aconteceu entre Liuzzi, da Force India e Heidfeld, da Sauber, ainda nas primeiras voltas. Outros como o toque entre Webber e Hamilton, Schumacher com Heidfeld também. Mas o que mais chamou atenção foi o que aconteceu com Kovalainen, da Lotus. O seu carro começou a pegar fogo e ele acabou parando na reta da linha de chegada. Com a demora dos ficais, o próprio finlandês pegou um extintor e apagou o fogo. O que chamou mais atenção ainda foi a calma com o piloto estava naquele momento, até mesmo na pista com os carros passando por ali.

Com todo acontecido, Webber se mantém na ponta do campeonato de pilotos com 202 pontos. O vice líder agora é o Espanhol Fernando Alonso, que graças as duas vitórias seguidas, chegou de vez a disputa. Mesmo com o abandono, Hamilton se manteve na terceira posição do campeonato, com os 182 pontos que já tinha. Vettel conseguiu subir para o quarto lugar no campeonato, agora com 181 pontos. Button está agora em quinto lugar, com 177 pontos. Nos construtores, a Red Bull se aproveitou do que aconteceu com a McLaren para aumentar a vantagem em 24 pontos. Agora, a equipe austríaca tem 383 pontos, contra 359 da McLaren e 317 da Ferrari. A próxima corrida será daqui a duas semanas em Suzuka, no Japão.

Confira o resultado final do GP de Cingapura (309,087 km):
1°. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1h57min53s579 ( 61 voltas )
2°. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), a 0s293 ( 61 )
3°. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 29s141 ( 61 )
4°. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), a 30s384 ( 61 )
5°. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 49s394 ( 61 )
6°. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), a 56s101 61 )
7°. Robert Kubica (POL/Renault), a 1min26s559 ( 61 )
8°. Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth), a 1min52s791 ( 61 )
9°. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 1min53s297 ( 61 )
10°. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 1min52s416 ( 61 )*punido
11°. Vitaly Petrov (RUS/Renault), a 1 volta 60
12°. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta ( 60 )
13°. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 1 volta ( 60 )
14°. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta ( 60 )
15°. Lucas di Grassi (BRA/Virgin-Cosworth), a 2 voltas ( 59 )
16°. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth), a 3 voltas ( 58 )

Não completaram

17°. Timo Glock (ALE/Virgin-Cosworth), 51 voltas
18°. Nick Heidfeld (ALE/Sauber-Ferrari), 35
19°. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), 34
20º. Christian Klien (AUT/Hispania-Cosworth), 30
21°. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), 29
22°. Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth), 28
23°. Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth), 26
24º. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes), 1

Publicado em setembro 26, 2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. é, o campeonato toma forma mais definidas, Hamilton tá na frente no campeonato de besteiras, e o Alonso o campeonato de pilotos. Ele pode acabar provando que os fins justificam os meios…

  2. Vão entregar o título nas mãos do Alonso. Na McLaren, os sentimentos após a corrida foram distintos. Abalado pelo segundo acidente consecutivo, Hamilton não se mostrou muio otimista e disse que não irá mais pensar especificamente no campeonato e sim em aproveitar ao máximo cada corrida. Mas tá difícil. Hamilton é um baita piloto, mas quer passar onde não dá e, esses erros são cruciais para o campeonato.

    Diria que Button é mineiro, come quietinho. (risos) Quanto ao Massa, optou por uma boa estratégia, mas não deu sorte. Sua corrida foi morna, sem emoção, mas pelo menos marcos pontos, para quem vinha do fundo grid, isso é um mérito. Muitos falam mau dessa corrida do brasileiro, mas vejo que ele teve méritos sim, desmérito à quem estava na frente dele e abandonaram. Ultrapassagem foi é possível neste circuito, mas tem que ter uma boa dose de paciência e achar o ponto idial, Schumacher vs Heidfeld, Hamilton vs Webber não deixa enganar.

    Apesar de não gostar nadinha do Alonso, ele mereceu muito essa vitória, fez um excelente trabalho desde o sábado e soube aproveitar as falhas de Vettel e Webber. Agora em Suzuka a história muda e vejo a Ferrari em leve desvantagem.

    Vale destacar a posição que o Lucas di Grassi e Rubens Barrichello chegaram, Barrichello foi praticamente perfeito e, Di Grassi mandou muito bem para um carro limitado.

    É isso aí, que venha a bela Suzuka.

  3. E como toda vitória em que ele não faz mutretagem… Foi chaaaaaaaaaaaaaaaaato demais.

  4. i see what you did there

  5. Rafael-F1 (Ex-RAFAEL)

    Venceu sem precisar armar um acidente, parabéns!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: