Review 1982 – A vitória da volta e a saída do argentino

Depois de falarmos do GP do Brasil, com desclassificações e tudo mais, partimos agora para a terceira corrida da temporada, o GP do Oeste dos Estados Unidos, realizado em Long Beach. Ainda nos bastidores, o argentino Carlos Reutemann, que guiava pela Williams, resolveu largar a Fórmula 1.

O que mais se falou é que o argentino teria se desanimado da Fórmula 1 pelo fato de estar a tanto tempo na Fórmula 1 e não conseguir ganhar nenhum titulo, e com isso, resolveu se aposentar. Para tanto, a Williams colocou em seu lugar o campeão mundial de 1978, o ítalo-americano Mario Andretti, estava sem equipe no ano.

No treino classificatório, um surpreendente Andrea de Cesaris, da Alfa Romeo, fez a pole, com Lauda dividindo a primeira fila com o italiano. Na segunda fila se encontravam René Arnoux e Alain Prost, ambos da Renault. Na terceira fila estavam Bruno Giacomelli e Piquet. Na largada, De Cesaris manteve a ponta, mas com Lauda colado no Alfa Romeo durante algumas voltas, até que, na décima quinta volta, o austríaco conseguiu fazer a ultrapassagem sobre o italiano.

Durante a prova, pilotos como Piquet, Arnoux, Prost, Pironi e Andretti ficaram pelo caminho. Na volta 33, o pole De Cesaris também abandonou a corrida. Quem chamava atenção era Riccardo Patrese, que largando da décima oitava posição, figurava já entre os primeiros.

Ao final da prova, Lauda, após anos parados na Fórmula 1, venceu a prova tranqüilo, com Keke Rosberg em segundo e Gilles Villeneuve em terceiro. Porém, o canadense foi desclassificado da prova porque usou uma asa traseira irregular em seu carro. Com isso, Patrese herdou a terceira posição. O restante dos lugares pontuáveis ficaram com Alboreto, de Angelis e John Watson.

Depois da corrida, Frank Williams tentou contratar Mario Andretti para fazer uma temporada completa pela equipe, mas o ítalo-americano pediu alto demais e Frank desistiu, tendo que procurar outro piloto. Essa também foi a última corrida de Slim Borgudd, o famoso piloto baterista, que foi demitido por Ken Tyrrell.

Não percam o próximo episódio do Review, que falara sobre o GP de San Marino.

Obs.: Créditos ao Marcos, do blog GP Séries que me enviou a foto do Mario Andretti que esta no post.

Publicado em novembro 28, 2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Grande Niki Lauda. O campeonato de 1982 estava nas mãos de Didier Pironi, pena que o acidente que o tirou definitivamente da F1 e o impossibilitou participar das últimas 5 corridas lhe tirou o título. E, mesmo assim, foi vice.

  2. dizem também,que por causa da tensão inglaterra argentia, ele se ausentou por causa disso, mas não sei é procede… Kekão com sua regularidade em segundo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: