Jenson Button supera expectativas na McLaren

Campeão mundial de 2009 pela surpreendente Brawn GP, o inglês Jenson Button deixou a equipe de Ross Brawn achando que lá seu salário seria menor do que merecia ou de campeão. Algum tempo depois, a McLaren, que chegou a conversar com Rubens Barrichello e até Felipe Massa, acabou acertando com Button para pilotar por ela e ser companheiro de equipe de Lewis Hamilton em 2010.

As expectativas eram de que Jenson seria uma presa fácil para o jovem talentoso campeão mundial de 2008, mas quem acompanhou a temporada viu que a história não foi essa não. Ao contrario de Hamilton, um piloto agressivo que sempre esta fazendo várias ultrapassagens, levando seus fãs ao delírio, Button tem um jeito de pilotar completamente diferente. Estratégico, pilota com suavidade, mas quando precisa ser agressivo ele também sabe ser como era nos tempos da Honda.

Na McLaren, Button também conseguiu “trazer” algo que a equipe não tinha a algum tempo que era um ambiente de paz. Sempre educado e bem humorado, não era difícil vê-lo fazendo vídeos tanto de propaganda quanto de participações em algum programa ou outro com Lewis Hamilton, sem nenhum tipo de falsos risos.

Nós pódios em que frequentaram juntos, o clima era a de maior alegria possível. Button também é conhecido com um piloto altamente correto e bem educado fora das pistas. Um exemplo disso é que quando teve seu carro batido por Vettel em Spa, quando estava em segundo, ao contrario do que muitos fariam que seria xingar ou criticar duramente o piloto alemão, Button falou com toda a tranquilidade sobre o ocorrido, mesmo que até tivesse direito de estar irritado ali.

Dentro das pistas, poderia não ser tão rápido em classificações como Lewis Hamilton, mas nas corridas quase sempre chegava a várias posições a frente do que tinha se classificado. Ele também deu a McLaren as duas primeiras vitórias da equipe no ano em grandes exibições na chuva tanto a Austrália quanto na China, chegando a liderar o campeonato mundial. Outra grande corrida do piloto inglês foi na Itália, quando chegou perto de vencer. Button teve apenas dois abandonos, mas ambos sem nenhuma culpa do piloto.

Em Mônaco, seu carro teve o motor quebrado, enquanto em Spa, como disse anteriormente, foi atingido por Vettel. Suas piores corridas do ano foram, pelo menos em minha opinião, na Hungria e na Coréia do Sul. O piloto somou 214 pontos, apena 26 pontos de Lewis Hamilton, sendo que uma vitória vale 25 pontos. Para quem não daria nada pelo Button na McLaren, ele foi muito bem, disputando o titulo do campeonato e não sendo prejudicado em momento algum pela equipe.

Vamos ver se em 2011, um ano com várias mudanças de regulamento, se Button consegue ter novamente um bom ano.

Publicado em dezembro 15, 2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Eu esperava menos do Button. Nunca o achei um grande piloto, á não ser que tenha um carro perfeito em mãos, e ao seu estilo. Não acredito que ele possa ser bicampeão algum dia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: