Review 1982 – E só deu França na França…

Depois de muito tempo, estou de volta com o Review 1982, agora para falar de um feliz GP da França para todos os franceses que o presenciaram naquele ano que foi, de longe, o mais “maluco” da historia da Fórmula 1.

Após o GP da Inglaterra, que foi realizado em Brands Hacht, os franceses foram animados para Paul Ricard, pois tinham um francês liderando o mundial de pilotos e uma equipe francesa com dois pilotos franceses aonde um lutava pelo titulo e outro pela primeira vitória no ano. René Arnoux, da Renault, teria já recebido ordens da sua equipe para, quando ele estivesse em primeiro e Prost em segundo, que Arnoux deixasse Prost passar. René, claro não gostou nada dessa ordem de sua equipe.

Nos treinos, Arnoux marcou a pole-position e seria acompanhado na primeira fila pelo seu companheiro de equipe, Alain Prost. Didier Pironi, da Ferrari e lider do mundial dividiu a segunda fila com Riccardo Patrese da Brabham. Na terceira fila, Patrick Tambay, da Ferrari, era acompanhado pelo brasileiro Nelson Piquet, companheiro de Patrese na Brabham. Na quarta fila encontravam-se os carros da Alfa Romeo com de Cesaris em sétimo e Giacomelli em oitavo. Na quinta fila, ficaram a McLaren de Niki Lauda e a Williams de Keke Rosberg.

Na largada da corrida, René Arnoux consegue se manter na ponta, com Patrese e Piquet largando bem e os dois se posicionaram atrás da Renault de Arnoux. Já na terceira volta, Patrese passou pela Renault e Piquet também se livrou de Arnoux pouco tempo depois.

Até a sétima volta, Patrese parecia ter a corrida sob controle, fazendo a volta mais rápida da corrida, até que seu motor resolve quebrar. Piquet assumiu a liderança e por lá ficou um bom tempo, parecendo que o brasileiro estragaria a festa dos franceses presentes no circuito. Porém, na volta 23, Piquet também teve o motor de seu carro quebrado. Então, com os dois carros da Renault fora, a classificação da corrida era Arnoux, Prost, Pironi e Tambay, para delirio dos torcedores presentes em Paul Ricard.

Mas, a maior dúvida de todos era se René Arnoux deixaria ou não Alain Prost passar para ganhar a corrida e ser continuar brigando pelo titulo. Enquanto isso, bem distante dos quatro primeiros, Keke Rosberg, que largou em décimo, vinha em uma boa quinta posição seguido por Michele Alboreto, da Tyrrell, que estava em sexto depois de ter largado em décimo quinto.

Lá na frente, Arnoux recebia ordens da sua equipe durante a corrida para deixar Prost passar, mas o francês não dava sinais de respeitar a ordem dada pela equipe. Sua diferença para Prost foi aumentando cada vez mais durante a prova, chegando a estar em quase 18 segundos. Muito, mas muito distante dos dois estava o lider do campeonato, Didier Pironi, que também estava bem longe da outra Ferrari de Tambay. A corrida, até o fim, foi sem graça em termos de emoção, principalmente após o abandono das Brabham’s.

Para o delirio e surpresa da torcida francesa, Arnoux não respeita a ordem da Renault e vence a corrida, com Prost em segundo. Dobradinha com pilotos franceses e em uma equipe francesa na França. De quebra, ainda tiveram Pironi, lider do campeonato em terceiro e Tambay em quarto lugar. Keke Rosberg e Michele Alboreto chegaram nas outras posições pontuáveis.

No pódio, era evidente a cara de insatisfação de Prost com o que “não aconteceu”. Ali estavam indo por água abaixo suas chances de titulo naquele ano. Pironi era mais lider do que nunca no campeonato, com 9 pontos de vantagem para John Watson, da McLaren. Faltando 5 corridas para o campeonato acabar, o francês da Ferrari era o franco favorito para ser o campeão, mas o destino lhe preparou uma surpresa na Alemanha. Contarei mais deste Grande Prêmio na próxima postagem da série.

Publicado em janeiro 13, 2011, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Uma coisa era verdade, quando aqueles motores BMW quebravam, era bonito de ver, eles simplesmente ”explodiam”, era fogo e fumaça para todos os lados.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: