Análises do GP da Malásia

O GP da Malásia, disputado em Sepang, foi uma corrida com boas disputas, embora a chuva que foi tão esperada não tenha aparecido. Apenas algumas gotas de água apareciam nas câmeras, mas nada demais. Mais uma vez, Vettel venceu na Malásia, e mais uma vez Vettel venceu em 2011.

Agora são duas poles e duas vitórias em duas corridas, o que dá tranquilidade total para o jovem campeão do mundo. Se ele sofria com a falta de confiabilidade do carro no ano passado, esse ano parece que está tudo resolvido, e o titulo pode parar em suas mãos de maneira fácil e rápida, se tudo se manter como está.

Outro piloto que fez uma ótima corrida foi Jenson Button, da McLaren. O inglês, que chegou a estar atrás de Fernando Alonso na metade da corrida, acabou tendo um bom desempenho no final dela, e superou Lewis Hamilton e o espanhol da Ferrari, terminando em um bom segundo lugar.

Nick Heidfeld, que foi pressionado por toda a prova, principalmente por Felipe Massa, Hamilton e Webber, se garantiu em uma ótima terceira posição, se recuperando da fraca corrida na Austrália.

Mark Webber acabou a corrida no lucro com o quarto lugar. Depois de uma péssima largada, o australiano conseguiu se recuperar bem durante a prova, e chegou perto de Heidfeld, mas não conseguiu ultrapassar o alemão, mesmo com toda a pressão no final da corrida.

Felipe Massa fez uma ótima corrida, talvez a melhor desde o ano passado. Fez uma ótima largada, e estava mais rápido que Alonso no começo da prova até a Ferrari, mais uma vez, fazer besteira na troca de pneus do brasileiro. Com isso, várias posições, mas se recuperou durante a prova, chegando em quinto.

Fernando Alonso, com problemas na asa traseira móvel, se envolveu em um toque com Lewis Hamilton na parte final da corrida, mas mesmo assim, com punição de 20 segundos, se manteve em sexto lugar. Lewis Hamilton perdeu desempenho durante a prova, e acabou em sétimo.Porém, por se defender fazendo “zig-zag” na frente do Alonso, ele foi punido também em 20 segundos e caiu para oitavo.

Kamui Kobayashi fez uma ótima corrida, também com destaque para seu belo duelo com Schumacher durante a prova. O japonês da Sauber chegou em oitavo, mas pultou para sétimo com a punição de Hamilton. Schumacher, em boa prova, acabou em nono lugar.

Paul di Resta, da Force India, também foi um bom destaque na corrida, e marcou seu segundo ponto na Fórmula 1 na sua segunda corrida. Um sério candidato a estreante do ano. A Hispania, que sequer largou na Ausrália, conseguiu dar um bom número de voltas em Sepang, e abandonou a 10 voltas do final da corrida.

Mas foi bom, até pelo que se esperava da equipe. Rubens Barrichello e Pastor Maldonado sofreram com a Williams, e mais uma vez ambos não acabaram a prova por problemas no câmbio e mecânico.

Vitaly Petrov, que vinha bem na corrida, acabou saindo da pista, e seu carro “voou”, bateu muito forte na pista, e a direção do carro acabou quebrando. Foi hilario ver o piloto segurando o volante solto.

Com o termino de mais uma corrida ficam as dúvidas de se a Ferrari vai melhorar, se a McLaren continua perto da Red Bull, se Webber vai continuar decepcionando, se a Williams vai resolver seus problemas, entre outras e outras dúvidas.

GP da Malásia – Resultado da prova:

1°. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 56 voltas
2°. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), a 3s2
3°. Nick Heidfeld (ALE/Renault), a 25s0
4°. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 26s3
5°. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 36s9
6°. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 57s248 (punido em 20 segundos)
7°. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), a 1min06s4
8°. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), a 1m09s957 (punido em 20 segundos)
9°. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 1min24s8
10°. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), a 1min31s5
11°. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 1 volta
12°. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1 volta
13°. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta
14°. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta
15°. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault), a 1 volta
16°. Timo Glock (ALE/Virgin-Cosworth), a 2 voltas
17°. Vitaly Petrov (RUS/Renault), Abandonou
18°. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth), Abandonou
19°. Jérome D’Ambrosio (BEL/Virgin-Cosworth), Abandonou
20°. Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault), Abandonou
21°. Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari), Abandonou
22°. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), Abandonou
23°. Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth) Abandonou
24°. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth), Abandonou

Melhor volta: Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) – 1m40s571, na 46ª

Publicado em abril 10, 2011, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: