Um breve resumo da carreira de David Coulthard

Hoje, vou falar um pouco sobre a carreira de um dos pilotos mais bem sucessidos da Fórmula 1, que passou por grandes equipes, mas que foi desses que teve azar de não ser campeão mundial. Falo de David Couthard, escocês de Twynholm, nascido no dia 27 de março de 1971. Vou aqui falar do seu inicio na Fórmula 1 até o ano de sua aposentadoria.

David Coulthard fez sua estreia na Fórmula 1 pela Williams-Renault em 1994, sendo o substituto de Senna após a morte do Brasileiro em San Marino. Coulthard fez uma espécie de “revezamento” com Nigel Mansell, que também correm pela equipe.

O escocês teve como melhor resultado um segundo lugar no Grande Prêmio de Portugal, terminando em oitavo lugar no mundial de pilotos.

Mas foi em 1995 que Coulthard teria sua primeira boa temporada e vitória na Fórmula 1, vencendo o GP de Portugal, além de ter feito cinco poles na temporada e ir ao pódio por oito vezes. Foi o terceiro colocado no mundial com 49 pontos.

Em 1996, o piloto escocês saiu da Williams e foi para a McLaren, aonde faria seus melhores anos da carreira. Seu companheiro de equipe era ninguém mais e ninguém menos que o finlandês Mika Hakkinen, que estava na equipe desde 1993.

Em seu ano de estreia, Coulthard obteve dois pódios, sendo um terceiro lugar no GP da Europa e um segundo lugar em Mônaco. Termina a temporada em setimo lugar, com 18 pontos somados. Em 1997, consegue fazer uma temporada melhor, e vence logo na primeira corrida do ano, na Austrália.

Ainda venceria mais uma vez, agora na Itália, com mais outros dois segundos lugares, um na Áustria e outro no GP da Europa. Somou 36 pontos e havia ficado em quarto lugar no mundial de pilotos, mas com a desclassificação de Schumacher, acabou sendo terceiro.

Porém, o escocês teria seu brilho ofuscado por Hakkinen nos dois anos seguintes. Em 1998, a McLaren faz um ótimo carro para brigar pelo titulo com a Ferrari, e resta a David Coulthard fazer o trabalho de segundo piloto. Tudo deu certo,

A equipe conta com várias dobradinhas Mika-Coulthard na temporada e consegue o titulo de pilotos e construtores. Mika soma 100 pontos e 8 vitórias na temporada, e Coulthard termina na terceira posição do campeonato com 56 pontos e uma vitória.

Em 1999, o cenário da coisa é praticamente o mesmo, mas apenas mudando os personagens. Quem disputaria o titulo com Hakkinen seria Irvine, devido ao acidente de Schumacher na Inglaterra, ficando fora de várias corridas no ano, além de Frentzen também dar o ar de sua graça com sua Jordan.

O titulo é decido por apenas 2 pontos a favor de Hakkinen, que termina com 76 pontos contra 74 de Irvine. Coulthard foi o quarto colocado no campeonato com 48 pontos e duas vitórias no campeonato.

Passada essa fase, vem os anos 2000 e nisso a grande evolução da Ferrari com agora a dupla Schumacher e Barrichello. Coulthard ainda seria companheiro de equipe de Mika Hakkinen na McLaren, mas com a evolução da Ferrari, o titulo ficou complicado para ambos.

Mesmo assim, Coulthard consegue uma temporada melhor que as suas duas últimas. Aliás, foi a temporada que mais somou pontos, contando com três vitórias e mais pódios, chegando ao total de 73 pontos e o terceiro lugar no campeonato.

Em 2001, Coulthard também faz uma boa temporada, mas o dominio da Ferrari o impede de sonhar com o titulo. Mesmo assim, foi segundo lugar no mundial de pilotos com 65 pontos, tendo conquistado duas vitórias e oito pódios(sem contar as vitórias).

Ao final de 2001, Hakkinen anuncia sua aposentadoria, e outro piloto finlandês o substitui na equipe: Kimi Raikkonen, vindo da Sauber. Em 2002, o dominio da Ferrari foi muito grande, e nem ele e nem Kimi puderam fazer muita coisa.Mas Coulthard conseguiu ainda beliscar uma vitória em Mônaco, além de subir ao pódio mais cinco vezes. Termina 2002 em quinto lugar no mundial com 41 pontos.

Em 2003, Coulthard por muito pouco não viu Kimi Raikonen ser campeão do mundo. Por pouco mesmo, mesmo com uma vitória so no campeonato, Kimi terminou o campeonato com 91 pontos contra 93 de Schumacher.

Coulthard também venceu uma corrida na temporada, inclusive a primeira corrida do ano, mas o ano não foi tão bom e cheio de pódios para o escocês. Além da vitória, so mais dois pódios e um indesejável setimo lugar no campeonato com 51 pontos.

Em 2004, Coulthard faz sua última temporada pela McLaren, mas não consegue sequer um pódio e soma 24 pontos, terminando na décima posição do campeonato. Essa foi sua última temporada pela equipe inglesa.

Em 2005, o escocês se muda para a equipe recém-criada na Fórmula 1, a austriaca Red Bull. Coulthard faz uma temporada muito regular, colocando o carro quase sempre nos pontos. Totalizando, foram 24 pontos que lhe valeram o decimo segundo lugar na temporada.

Em 206, a equipe muda de motor Cosworth para Ferrari, e Coulthard da a Red Bull o primeiro pódio da equipe. Soma 14 ontos na tempora e termina em décimo terceiro lugar no mundial.

Em 2007, a equipe muda novamente de motor e agora optam por Renault. A temporada de Coulthard termina com o piloto somando 14 pontos e em décimo lugar no mundial.

Em 2008, Coulthard faz sua última temporada na Fórmula 1. O piloto, que já vinha sendo criticado por muitos por bater demais, ainda conseguiu um terceiro lugar no Canadá, além de um sétimo em Cingapura, duas únicas corridas do ano aonde somaria pontos.

No Grande Prêmio do Brasil, o escocês correria em um carro diferente e bonito, feito em sua homenagem. Mas o piloto bate ainda na primeira curva e abandona a corrida, a última de sua carreira na Fórmula 1.

Então, sua carreia na Fórmula 1 ficou assim: 247 corridas, com 13 vitórias, 62 pódios, 12 poles e 18 voltas mais rápidas, além de somar 535 pontos em toda sua carreira, se tornando o piloto britânico com mais pontos na Fórmula 1, mesmo sem titulo. Passou pela Williams, McLaren e Red Bull, e na equipe austriaca foi substituido pelo alemão Sebastian Vettel, campeão mundial de 2010.

 

Um video que fala um pouco sobre Coulthard (legendado):

Publicado em julho 12, 2011, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Excelente histórico Daniel! A passagem do Couthard foi legal na F1….

  2. Rapaz! Só você pra fazer um resumo tão grande de uma carreira tão ridícula. hehehehehe

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: