Brilhante , Hamilton vence em Nurburgring

E depois de algumas corridas, com a volta das regras do começo do ano, a McLaren mostrou força e venceu na Alemanha. Lewis Hamilton, como de esperado, tomou a ponta de Webber que sempre larga mal já no começo da corrida, e depois fez o seu bom papel para levar o carro até o fim em primeiro.

Agora, já são três corridas seguidas com três vencedores diferentes. Alonso também foi bem e chegou na segunda posição, lutando pela vitória desde o inicio da corrida.

E Webber parece que é peso morto na pole, já que sempre perde a posição, e na corrida foi mal de novo, chegando em terceiro. O australiano parece que precisa treinar urgentemente suas largadas, pois em todas as corridas perdeu posições no grid.

Correndo em casa, Vettel cometeu um erro ainda no inicio da corrida, ainda somando o problema com os freio que teve também no começo. Viu Massa, que levou um bom tempo para passar o Rosberg, o ultrapassar. Mas depois que conseguiu resolver os problemas, colou na Ferrari do brasileiro, mas Felipe se defendeu bem em todos os ataques.

A Ferrari, que fez ótimas trocas nas duas primeiras paradas, com 3.3s e 3.1s, acabou pecando na última com 5s, o que foi fundamental para Massa perder a posição na última volta.

Mesmo assim foi um boa disputa para se ver, uma pena pro brasileiro que já tinha feito uma ótima largada, mas ficou preso nos carros lentos, com trabalho para recuperar posições depois.

Entre os outros pilotos que correram em casa, Sutil foi quem fez a melhor corrida. O alemão já tinha feito um bom treino ontem, e hoje chegou na sexta posição. Depois de muitas corridas, Sutil finalmente mostrou serviço, pois é um ótimo piloto, e parece que a fase boa está voltando.

Outro alemão, Rosberg, chegou em sétimo. Nico deu muito trabalho pro Massa nas primeiras voltas e, pelo ritmo da Mercedes, podemos considerar uma boa posição essa do Nico. Michael Schumacher deu um show a parte na corrida, brigando com o carro, rodando, ultrapassando, e tudo isso lhe rendeu o oitavo lugar.

Nick Heidfeld fez feio, batendo no di Resta e batendo no Buemi, tudo isso nas primeiras voltas da corrida. Abandonou, e ainda se vê ameaçado dentro da equipe se continuar desse jeito.

Kobayashi, que saiu da décima sétima posição, fez mais uma boa corrida para conseguir marcar seus pontos. Em dez corridas, o japonês fez pontos em sete (seria oito se não fosse a desclassificação na Austrália), mostrando a regularidade e velocidade desse japonês na Fórmula 1.

O russo Petrov chegou completo a lista dos dez primeiros colocados. Di Resta, que se envolveu em um toque com Heidfeld, ainda conseguiu chegar em décimo terceiro lugar, atrás de Sergio Perez e Alguersuari, que fizeram corridas razoáveis. Pelo lado da Williams, a coisa não esta boa mesmo.

Barrichello abandonou com problemas no motor, e Maldonado se esforçou muito para chegar em décimo quarto. Ano sofrivel para uma equipe grande como essa. Buemi, outra vitima de Nick Heidlfeld, completou a prova em décimo quinto lugar.

Nas ‘nanicas’, Kovalainen fez o mais provável, que era ser o “primeiro dos últimos”. Atrás dele, Timo Glock fez uma corrida boa pelo carro que tem, chegando em décimo sétimo, uma posição a frente de D’Ambrosio, seu companheiro de equipe.

Daniel Ricciardo chegou em décimo nono, e em último, advinhem? Sim, ele o indiano Karun Chandhok. Nem numa Lotus ele consegue sair da última posição. Passou vergonha o indiano.

Button abandonou a corrida, mas o detalhe mais interessante, é que ele tinha ultrapassado Sutil, e depois a equipe mandou ele entrar nos boxes, pois seu carro estava pra quebrar na pista. Algo que aconteceu com Barrichello.

Confira a classificação final do GP da Alemanha

1º. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), 60 voltas
2º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 3s9
3º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 9s7
4º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), a 47s9
5º. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 52s2
6º. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 1min26s2
7º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1 volta
8º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 1 volta
9º. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), a 1 volta
10º. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault), a 1 volta
11º. Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari), a 1 volta
12º. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta
13º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), a 1 volta
14º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth), a 1 volta
15º. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta
16º. Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus-Renault), a 2 voltas
17º. Timo Glock (ALE/Marussia Virgin-Cosworth), a 3 voltas
18º. Jérôme D’Ambrosio (BEL/Marussia Virgin-Cosworth), a 3 voltas
19º. Daniel Ricciardo (AUS/Hispania-Cosworth), a 3 voltas
20º. Karun Chandhok (IND/Team Lotus-Renault), a 4 voltas

Não completaram:

Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth)
Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes)
Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth)
Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault)

Melhor volta: Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m34s302, na 59ª

 

Algumas fotos interessantes da corrida:

Publicado em julho 24, 2011, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: