Fórmula 1 sem Rubinho? Estranho…

Depois de 19 anos, a Fórmula 1 não contará mais com a presença de Rubens Barrichello no grid. O brasileiro perdeu a vaga na Williams para Bruno Senna e não tem outra equipe para disputar a temporada 2012 de Fórmula 1.
Penso que será muito estranho não ver o Rubinho no grid, porque depois de tanto tempo acompanhando a Fórmula 1, agente acaba se acostumando em ver aquele piloto no grid após tanto tempo.

Os números de Barrichello na Fórmula 1 são bons sim: 11 vitórias, 14 poles, 17 voltas mais rápidas, 68 pódios e 658 pontos somados na Fórmula 1, juntos a dois vice-campeonatos em 326 participações na Fórmula 1 durante 19 anos. Um curriculo invejável para qualquer outros pilotos que sonhariam ter números como esse na Fórmula 1.

Já brinquei ás vezes falando sobre Rubens Barrichello, mas nunca neguei o seu talento. Afinal, se ele não tivesse talento, como estaria a 19 anos na Fórmula 1? Ele é sim bom piloto, talvez pudesse fazer mais, mas sua marca na Fórmula 1 foi ótima.

O maior problema do brasileiro foi ser exigido como novo Senna pelo povo após a morte do tricampeão mundial. Para quem acompanhava a Fórmula 1 só por causa do Senna, achava que seria fácil, que era só sentar no carro e acelerar, mas quem realmente gosta de automobilismo sabe que não é simples.

Barrichello também pode ter errado em prometer as vezes o que não poderia cumprir, e quando isso acontece, a imagem do piloto fica ruim e ele carrega essa marca pro resto da carreira.

Mas ele irá sim fazer falta na Fórmula 1. Não só para os torcedores, mas até para que odeia o piloto brasileiro. De quem eles irão esperar uma corridinha meia-boca para falar mal depois? Felipe Massa? Bruno Senna? Ou qualquer outro piloto? Pode até ser, mas para eles não teria a mesma graça de falar mal do Barrichello.

Se o brasileiro pensar melhor, existem muitas opções boas fora do automobilismo e a que mais me encanta é a possibilidade de vê-lo correr em Le Mans. Seria bom, e quem sabe um dia ele não entra para a história como o primeiro brasileiro a vencer as 24 horas de Le Mans?

Mas, repito, Rubens irá fazer falta na Fórmula 1 tanto para quem o adora e talvez mais ainda para os que o “odeiam”.

Publicado em janeiro 17, 2012, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. é, quem vou zoar?

    Mas realmente veer uma temporad ade F1 sem Rubens será interessante, digamos assim

  2. Eu to disposto a passar por esta estranheza. hahahahaha

  3. Fazer o que. Desde de que Barrichello esteja feliz. Tudo bem.

  4. Torço para que Bruno Senna consiga sucesso na Fórmula 1.
    Também torço para Rubinho conseguir sucesso onde ele for. Ele merece.

    Quando tiver um tempo, faça uma visita ao meu blog.
    Passaporte da Velocidade.
    http://passaportedavelocidade.blogspot.com/

    Abraços.

  5. Teoria da Conspiração na F1

    2008 – Max Mosley fala em limite orçamentario na F1
    2009 – Ferrari, Mclaren, Renault, BMW, Toyota, Brawn-GP, Red Bull e Toro Rosso abandonarão a F1. Será o fim da categoria?
    2009 – novas equipes entram na formula 1
    2009 – Sem acordo entre as equipes e a (FOTA) a Equipe Brawn e ganha seis das primeiras sete corridas ganhando assim o campeonato com Jenson Button. (Teria sido a Brown favorecida com pequenas permissões técnicas?)
    2009 – Depois da disputa entre a Associação das Equipes da Fórmula 1 (FOTA) e a FIA na primeira metade da Temporada de 2009, um novo Pacto de Concórdia foi assinado a 1 de Agosto de 2009 pelo então presidente da FIA, Max Mosley, e todas as equipas existentes no momento. O novo acordo permite uma continuação dos termos do pacto de 1998, e é válido até 31 de Dezembro de 2012.
    2010 – O domínio absoluto da temporada foi da Red Bull Racing e Sebastian Vettel vence o campeonato.
    2011 – O domínio absoluto da temporada foi da Red Bull Racing e Sebastian Vettel vence o campeonato novamente.
    2012 – Nova reunião escondida entre os dirigentes para evitar que a F1 se transforme num tédio absoluto, e principalmente a valorização acionária da empresa F1.
    2012- Em 5 corridas disputadas foram 5 vencedores diferentes de 5 equipes diferentes, o que não acontecia há quase 30 anos.
    Concidências:
    Nico Rosberg surpreende na China e conquista sua primeira vitória na carreira.
    Pastor Maldonado surpreende na Espanha e conquista sua primeira vitória na carreira.
    Venezuela tem sua primeira vitória na F1
    A William não vencia uma corrida a oito anos e vence na Espanha no dia em que todos os “amigos” da F1 comemoravam os 70 anos de Frank Williams
    A F1 esta emocionante e valorizada.

    22 maio de 2012 o grupo financeiro CVC, atual detentor dos direitos comerciais da F1, vende US$ 1,6 bilhão (aproximadamente R$ 3,2 bilhões) em ações da categoria.

    Seria tudo isso consciência? Ou nestas reuniões de portas fechadas são tomadas decisoes para valorizar o circo e os palhaços decidiram que na primeira metade do campeonato cada um ganha uma.
    Atenção a F1 esta se transformando numa espécie de “Astros do Ringe” afinal todos fazem parte do mesmo circo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: